Os hábitos alimentares e a regulação dos níveis das hormonas gastrointestinais têm um elevado impacto na fertilidade masculina

Marco Alves

Resumo


Os hábitos alimentares têm vindo a tornar-se uma matéria de intenso debate e preocupação por parte de diversas organizações internacionais, nomeadamente a Organização Mundial de Saúde. O número de indivíduos com excesso de peso e obesos tem aumentado drasticamente, principalmente nas faixas etárias mais jovens, originando diversos problemas de saúde, como subfertilidade ou mesmo infertilidade. De facto, a saúde reprodutiva de um indivíduo está interligada com o seu estado nutricional, que por sua vez é altamente regulado por uma vasta rede hormonal. Assim, e sabendo que a obesidade tem um impacto elevado nos níveis das hormonas gastrointestinais, como a leptina, a grelina e o péptido semelhante à glicagina 1, é essencial discutir e investigar o papel das mesmas no sistema reprodutivo masculino.


Palavras-chave


Obesidade; infertilidade masculina; grelina; leptina; péptido semelhante à glicagina 1; hábitos alimentares

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Acta Farmacêutica Portuguesa - ISSN: 2182-3340